Para entender: Madchester (parte 2)

The Charlatans – Some Friendly (1989)

Madchester was the dominant force in British rock during the late ’80s and early ’90s. A fusion of acid-house dance rhythms and melodic pop, Madchester was distinguished by its loping beats, psychedelic flourishes, and hooky choruses. While the song structures were familiar, the arrangements and attitude were modern, and even the retro-pop touches — namely the jangling guitars, swirling organs, and sharp pop sense — functioned as postmodern collages.(AMG)

Na série PARA ENTENDER serão postados álbuns de bandas representativas e/ou obscuras do estilo em questão, como forma de dar a conhecer ou rememorar um pouco da história da música e, especificamente, do estilo/cena/movimento tratado. Escolhemos iniciar com o que se convencionou chamar de Madchester ou baggy ou indie-dance, que teve seu auge no finalzinho dos anos 80 e início dos 90, através de bandas como Stone Roses, Happy Mondays, Inspiral Carpets, The Charlatans e outras. Outros estilos já estão programados como post-rock, slow-core, shoegaze, dreampop, post-punk, punk-rock, C86, etc, e aguardamos sugestões.

charlatans82978_lg

Dando prosseguimento, trazemos o The Charlatans (Charlatans UK, nos EUA), banda encabeçada pelo vocalista Tim Burgess e das poucas que surgiram naquela época e ainda está na ativa, tendo ao longo dos anos modificado seu som, seu último álbum mostra a banda afinada com o som do New Orcer circa Technique (1989). Postamos aqui o seu álbum de estréia, que entrou no topo da parada indie inglesa, e é considerado irregular por alguns, mas que traz clássicos da época como “The Only One I Know” e “Then”, além das ótimas “You Not Very Well” e “Sproston Green”. Uma das marcas registradas da banda em seus primeiros álbuns é o teclado hammond, sob o comando do falecido Rob Collins.

PS: Deixaremos sempre que possível o link para outros blogs onde podem ser encontrados os álbuns aqui comentados, bastando clicar na capa para ser redirecionado.

+ A seguir, Stone Roses – Stone Roses (1989)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s