Asobi Seksu – Hush (2009)

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: Reduzido a um duo, o Asobi Seksu resolve fazer uma faxina em seu som e o que vai embora são as distorções, que cedem espaço para canções mais límpidas que querem explorar os dotes vocais de Yuki Chikudate. Então se antes havia barulho e climas que “competiam” com os vocais delicados da menina, agora há singelas instrumentações que servem como pano de fundo para que os vocais surjam cristalinos, etéreos, uma mudança no foco que nem por isso tornou o som mais interessante, ao contrário, tornou-o mais simples, mais pop, às vezes mais grudento.
Essa mudança deixa claro que no racha que reduziu o trio a um duo, permaneceu o lado mais melódico: Yuki Chikudate & James Hanna. Aí Yuki acha espaço suficiente para explorar sua voz com nuances etéreas como em “Familiar Light” e rende até aproximações com o Cranberries no provável hit “Sunshower” e em “In The Sky”. Há boas canções como “Me & Mary”, “Glacially” e “I Can’t See”, jogadas já no fim do álbum, e são essas que ajudam “Hush” a não ser um disco dispensável, já que no geral pouco tem a acrescentar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s