DISCOGRAFIA COMENTADA: The Police – Reggatta De Blanc (1979)

DISCOGRAFIA COMENTADA: THE POLICE (PARTE 2)

+ Em seu segundo álbum mais uma vez o The Police traz um título em francês, “Reggatta de Blanc” (reggae de branco), referindo-se a sonoridade praticada pelo grupo. O álbum é considerado por muitos fãs o melhor do trio e traz duas de suas canções mais famosas “Message in a Bottle” e “Walking on the Moon”, ambas com forte pegada reggae, não esquecendo de destacar o excelente trabalho de texturas de guitarras de Summers e as batidas perfeitas de bateria de Copeland, na primeira faixa, que viria a influenciar muitos bateristas de gerações posteriores (alguém aí falou de Barone dos Paralamas?).

Apesar da predominância dos elementos de reggae, o grupo toma direções diversas, “It’s Allright for You”, por exemplo, é uma canção com forte pegada punk, “Contact” é uma new-wave com elementos orientais, “Does Everyone Stare” envereda por um lado mais jazz e “No Time This Time” tem uma pulsação acelerada e urgência rock’n’roll, com Summers aproveitado pra enfiar um pequeno solo. Mas é nas canções com queda para o lado reggae que o trio se sai melhor, além dos já citados hits encontramos ainda as ótimas “Bring on the Night”, com destaque para os belos dedilhados de Summers, e “Bed’s Too Big Without You”, canção cheia de espaços vazios e talvez a canção mais reaggae composta pela banda. Segundo Summers as sessões em estúdio aconteceram sem que tivessem feito demos para as canções, na base do: “Ok, quem tem a primeira canção?”. A curiosidade fica por conta do lead-vocal de Copeland na faixa “On Any Other Day”.

+ A quem interessar possa, o link onde tem o álbum para baixar.

2 pensamentos sobre “DISCOGRAFIA COMENTADA: The Police – Reggatta De Blanc (1979)

  1. Realmente, Léo, não foi só Paralamas, mas é no som deles que são mais evidentes as influências.

    Curtir

  2. esse disco é tao bom que fica dificil comentar sobre ele… message in a bottle e walking on the Moon sao hits a altura mas destaco tambem a faixa título, the bed´s too bi gwithout you, does everyone stare… o trio estava melhor amarrado e mais experiente enquanto banda, e neste disco vc ve realmente um trabalho de banda…influenciou todo mundo que veio depois, nao foi so paralamas nao viu luciano?rsrrsrs.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s