80 Discos: CLOSER – Joy Division (1980)

+ Em julho de 1989 a Revista Bizz Publicou uma lista com oitenta discos essenciais dos anos 80, postaremos aqui alguns deles com os respectivos comentários da revista.

“A síntese perfeita da angústia terminal desta década, através das letras brilhantes de Ian Curtis e da sonoridade climática da mítica banda da não menos mítica Manchester. Foi o segundo e último LP do grupo que produziu uma cicatriz indelével na face do rock destes tempos, lançado semanas depois do Suicídio de Ian Curtis, um dos maiores poetas do rock de todos tempos.”

LINK PARA O ÁLBUM NOS COMENTÁRIOS

3 pensamentos sobre “80 Discos: CLOSER – Joy Division (1980)

  1. Realmente um álbum marcante, assim como Unknown Pleasure, que comprei primeiro. A capa é maravilhosa, a música é soturana e as letras de Ian Curtis são verdadeiras poesias, não por acaso foi chamado de “o último poeta do rock”. Mas é um álbum que até hoje “assusta”.

    Curtir

  2. Esse álbum marcou a minha vida, pois proporcionou uma nova forma de “ver” a música. Acho também que é o maior responsável para definir o que é o pós-punk!

    Um dos poucos álbuns na minha vida que cheguei a escutar umas três vezes seguidas, mergulhado na “angústia maravilhosa” de Ian Curtis. Detalhe: isso ainda em vinil, terminando lado A e virando pro lado B!

    Luciano estava lá também!

    P.S.: O som do joy também foi uma das maiores (ou talvez a maior) influências nas bandas que tive (ou tivemos – Luciano também estava lá!)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s