CINEMA: REC 2 (2009)

Em 2007, Jaume Balagueró e Paco Plaza conseguiram surprender os fãs do gênero terror com um filme realmente assustador, REC, uma mistura de ‘Demons’ (devido a maior parte do filme se passar num apartamento) com ‘A Bruxa de Blair’ (vide o uso do recurso da câmera em primeira pessoa). Destacava-se, além da maneira inusitada de iniciar um filme de terror – com uma reportagem despretensiosa sobre o dia-a-dia do copo de bombeiros -, o a sonoplastia de arrepiar, com a total ausência de trilha sonora. Tenso, cheio de sustos e rodado num ambiente totalmente fechado, REC alcançou relativo sucesso, gerando uma dispensável refilmagem hollywoodiana no estilo CTRL+C-CTRL+V, ‘Quarentena’.

REC 2 é justamente a continuação de REC, literalmente. Começa alguns minutos após os acontecimentos do primeiro filme. Dessa vez quem adentra o prédio com uma “missão secreta” é uma espécie de pelotão especial da polícia sob os comandos de um suposto funcionário do governo.

Todos os elementos de REC estão presentes no novo filme de Balagueró e Plaza, que até acrescentam algumas coisas como novos recursos de câmera e tomadas da parte externa do prédio. Mas o efeito conseguido no primeiro filme já não é o mesmo, embora estejam lá os sustos, o ambiente sombrio do prédio e os ataques vorazes das pessoas infectadas, já nos sentimos meio que acostumados a tudo isso. Aí entra a cartada na manga dos roteiristas, o sobrenatural. Enquanto REC seguia uma tendência para o caminho contágio, REC 2 adiciona o lado sobrenatural, demoníaco, e a ideia apesar de à primeira vista parecer interessante acaba por se tornar confusa.

O roteiro parte para explorar justamente o material encontrado no sótão do prédio pela repórter no final do primeiro filme, na verdade um ganho para esta continuação. Ao fazer essa mistura (sobrenatural/contágio) acho que o filme acaba ficando confuso. (SPOILER A PARTIR DAQUI) E há várias lacunas: o desaparecimento das outras crianças que adentram o prédio, dos bombeiros do primeiro filme e até mesmo dos policias desse segundo, mas a maior falta de sentido mesmo é o reaparecimento da repórter Ângela Vidal e o que vem a resultar daí, que já é o final do filme e o gancho para a sua continuação com uma provável saída da “contaminação” do prédio para as ruas.

Apesar de todas essas lacunas, REC2 não faz feio diante do seu antecessor, é uma continuação digna (até porque foi produzida pelos mesmos do primeiro), conseguindo bom nível de suspense e alguns sustos, estando num patamar mais elevado que os filmes ditos de terror produzidos em Hollywood como ‘Premonição 4’ ou ‘Jogos Mortais’ (onde só escapa o primeiro).

2 pensamentos sobre “CINEMA: REC 2 (2009)

  1. Quem filma dessa vez…um dos policiais do esquadrão especial, já que o “Governo” faz questão de que tudo seja resgistrado. Isso não chega a fazer parte das lacunas citadas no texto. Evitei falar muito sobre o filme e acabar entregando algumas coisas. VAleu pelo comentário e fique sempre à vontade.

    Curtir

  2. Vi o primeiro no cinema que só por si tem logo muito mais impacto do que se for visto em casa. Foi o primeiro filme de terror que realmente me assustou, durante e algum tempo depois. Na falta de outra terminologia, do tipo filme do medo, considero que este sim é um filme de terror digno desse nome. Já cá tenho o Rec[2] mas ainda não ganhei coragem para vê-lo. Pelo trailler percebi que é uma continuação do Rec, mas surgiu logo uma dúvida, quem é que filma desta vez? e a que propósito? Será uma das lacunas? Pelo que li aqui (sobrenatural !!!) acho que vou aguentar melhor este que o anterior mas não vou gostar tanto.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s