JOGO RÁPIDO (3): Malcolm McLaren, John Frusciante, Supergrass, tributo a Bowie e mais

:: Com atraso (uma semana – 08/04/2010) registramos aqui a morte de Malcolm McLaren, aos 66 anos, empresário dos Sex Pistols (também de outras bandas) e um dos grandes nomes do Punk Rock; apesar de ter sido um cara “escroto”  e oportunista, teve seus méritos ao dar impulso à música e ao movimento punk. :-/

:: John Frusciante (ex-Red Hot) foi eleito o melhor guitarrista dos últimos 30 anos pelos ouvintes da rádio britânica BBC;  essa galera que elegeu o cara precisa ouvir/conhecer mais música – puro exagero. :-/

:: Anunciado oficialmente no início desta semana a dissolução do Supergrass. Os últimos trabalhos da banda foram até consistentes, demonstrando a evolução da mesma. “Moving”, “St. Petersburg” e “Alright” (uma das músicas mais legais dos 90’s) são grandes composições do Supergrass. Pena! :-(

:: Álbum tributo a David Bowie será lançado em julho. Segundo informações, o elenco será formado por uma galera indie. É aguardar pra conferir. :-)

:: Duas belas e singelas músicas de ilustres não tão conhecidos que merecem ser conferidas: “Russian Bells” (Lonely Drifter Karen) e “Yellow Tricycle” (Saez Damien). :-)

:: A banda OK GO gravou um dos videoclips mais legais e criativos lançados recentemente – “This Too Shall Pass”. :-)

:: A “caça às bruxas” (aos blogs) anda implacável! Recentemente quase uma dezena de blogs (legais) que postam links para downloads de álbuns foram retirados do ar. Segundo informações não oficiais, empresas (gravadoras) estão contratando hackers para rastrear e “derrubar” os mesmos. ABAIXO A REPRESSÃO… DOWNLOADS FREE!  :-(

3 pensamentos sobre “JOGO RÁPIDO (3): Malcolm McLaren, John Frusciante, Supergrass, tributo a Bowie e mais

  1. O pior, Pedro, é que fecha um blog agora e surgem uns dez novos logo em seguida. Ao invés de fecharem os blogs, acho que a indústria da música deveria buscar usar a criatividade (apregoado como motor do capitalismo) para fazer com que os consumidores adquiram os álbuns ou mesmo reduzir os preços. Fechar blogs não vai acabar com o compartilhamento de MP3 e nem fazer vender mais discos.

    Curtir

  2. Vendem os cd’s caríssimos em relação ao preço de fabrico e, ainda por cima, cada vez mais de qualidade duvidosa. Antigamente faziam-se cópias em cassettes com melhor qualidade do que actualmente o mp3. Têm tendência para serem monopolistas. Fazem pirataria com cobertura das autoridades (espalham vírus pelas redes p2p e hackam os sites de download). Enfim, as editoras discográficas são uma máfia. Felizmente, a ministra da cultura portuguesa opôs-se à proposta de lei da França para reprimir os downloads da internet.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s