SAIU DO FORNO: The Rosebuds – Loud Planes Fly Low (2011)

ANTERIORES: + Tim Booth – Love Life (2011) + Wild Beasts – Smother (2011) Sempre será questionado se algum músico que teve um rompimento em sua relação amorosa possa fazer um disco mais melancólico, ou que fique abaixo das expectativas ou ainda que saia até mais rebuscado, numa espécie de contradição. Digo isso, porque a dupla The Rosebuds acaba de entregar o seu quinto trabalho de estúdio. E tal disco chega após o divórcio de Kelly Crisp e Ivan Howard, casal que forma a banda. Claro que após a notícia do divórcio, quem era fã pensa logo em todas as possibilidades que citei anteriormente. Considero que o novo álbum não tem a alegria exuberante de ‘Night Of The Furies’ de 2007 (o melhor da banda, a meu ver) e nem aquelas canções tão assoviáveis de ‘Birds Make Good Neighbors’ (2005). Muitos podem estranhar, confesso que eu fiquei assim. Pesando mais para a melancolia com arranjos menos eletrônicos, a dupla elabora canções como ‘Second Bird Of Paradise’ e ‘Cover Ears’. ‘Come Visit Me’ talvez seja um dos poucos momentos dançantes do disco com um bom trabalho em conjunto das vozes de Kelly e Ivan. O folk não ficou de fora, violão e voz praticamente ficam registrados em ‘Without A Focus’. Violinos fazem bonito na canção ‘Limitless Arms’. Instrumental mais pesado e composição mais rock surgem em ‘Woods’ e ‘A Story’. Em suma, The Rosebuds consegue entregar um disco bom, acima de média, nada de espetacular e também não o melhor deles. Que a dupla possa seguir o que for melhor para eles daqui em diante, é esperar e ver o que o tempo pode trazer.

3 pensamentos sobre “SAIU DO FORNO: The Rosebuds – Loud Planes Fly Low (2011)

  1. O bom dessa seção, penso ser isso: fazer um alerta para nós sobre o que tem saído e que geralmente não nos damos conta. Frequentemente são bandas das quaias temos carisma, acontece que na correria da rotina e mesmo com muitas bandas novas aparecendo a cada dia, acabamos esquecendo de alguns lançamentos importantes, ou que sequer estávamos aguardando.

    Tb acabei ficando surpreso com muitos discos resenhados por vc e por Ângelo nessa seção, álbuns que sequer sabia que seriam lançados. Divulgação é isso.

    Curtir

  2. ‘Night Of The Furies’ também é meu preferido. Sobre esse novo, ainda não ouvi e nem sabia que tinha sido lançado, vou em busca. E você falou em melancoilia? tô dentro! :-)

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s