OU NÃO? Mara Carlyle

ANTERIORES
+ OU NÃO: Esben And The Witch
+ OU NÃO: Pompeya

Será que num ano que surgem tantas cantoras com talento, essa britânica conseguirá mais reconhecimento no cenário musical?

Desde os primeiros minutos de ‘But Now I Do…’, já sabemos que Mara Carlyle bebeu muito na fonte musical do jazz, do blues, do canto lírico ou mesmo da música pop. Com certeza ela deve ter passado suas tardes ouvindo velhos vinis de cantoras do passado. O universo sonoro de Carlyle não é de fácil assimilação. Apesar de um disco curto (38 minutos), não é fácil escutá-lo por completo, inicialmente. As músicas fogem do padrão pop-rock com refrões grudentos ao qual muitos acostumaram ouvir e exigir. Poucas são as exceções, a exemplo de ‘Weird Girl’ e ‘Pearl’. Em certos momentos, as canções ganham densidade e são envoltas por belos arranjos orquestrados como em ‘King’. ‘Nuzzle’ parece carregar o ouvinte para algum bar escuro pela madrugada (pense naqueles ambientes enfumaçados tal qual um filme noir). Mesmo sem vocal, ‘How It Felt (To Kiss You)’ entrega uma música bem produzida, tal qual fizesse parte de uma trilha sonora de um filme assinada por algum grande compositor. Mara Carlyle é mais uma cantora que prefere um certo anonimato e pouco estardalhaço, mas que sabe valorizar a música e dar a ela nuances mais enriquecidas não se enveredando por caminhos mais fáceis e que conduzem ao hype imediato. ‘Floreat’ (imagem do post), o novo disco dessa britânica já está aí para ser escutado.

Myspace

Facebook

Um pensamento sobre “OU NÃO? Mara Carlyle

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s