MOTORAMA – Calendar (2012)

ANTERIORES:
+ GRIZZLY BEAR – Shields (2012)
+ GET WELL SOON – The Scarlet Beast O’Seven Heads (2012)

O que é ‘Calendar’ da banda russa Motorama? Já sendo uma espécie de estraga-prazeres, diria para você voltar na década passada e se lembrar dos débuts do Interpol e do Editors, respectivamente: ‘Turn On The Bright Lights’ (2002) e ‘The Back Room’ (2005), Sim, eu sei, detesto comparar. Mais do que isso, se eu peço para voltar pelo menos uns 10 anos atrás na história da música, por quê então ‘Calendar’ merece nossa atenção? E caso você não se interesse pelo que foi dito aqui, e muito menos pelo post-punk, deixe de ler minha resenha neste exato momento.

Motorama me fez lembrar de minha amiga Ornella. Ela havia adorado o ‘Alps’ (2010), e eu deixei passar por… burrice (talvez?). Mas ficava extasiado em ver o fervor da minha amiga para com essa banda. E antes de avisar a ela sobre o lançamento de ‘Calendar’, resolvi dar uma chance a esses russos, quase prevendo que eu precisava compartilhar desse sentimento.

Se eu citei Editors e Interpol no começo do texto, não há muitos segredos então. Guitarra dedilhada e explosiva quando se é necessária, bateria vertiginosa compartilhando memoráveis linhas de baixo que abrem espaço para boas e ágeis melodias. A velha escola Joy-divisoriana de ser e letras emocionais, marcantes e amargas até, por exemplo, em ‘Rose In The Vase’.

Um disco equilibrado, difícil apontar uma preferida. Todas as 10 canções foram cuidadas, o grupo soube dosar a melodia e o peso nas composições, e tudo é digno de nota: a abertura vertiginosa de ‘Image’, ‘White Light’ fica bem realçada com sintetizadores e guitarra em harmonia e ‘In Your Arms’ com um certo ar de melancolia, mas não tão menos charmosa.

Nunca um disco soando como se fosse da década passada (7/10 anos atrás) soou tão 2012, tão bom, competente e acima de tudo, digno de inúmeras audições e dessa resenha. E sim, como quase todos os meus amigos disseram, a capa lembra muito ‘Ocean Rain’ (1984) do Echo And The Bunnymen. Se for assim, mais um ponto a favor.

Site Oficial

Veja o vídeo de ‘To The South’

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s