OU NÃO: Dutch Uncles, ‘Out Of Touch In The Wild’ (2013)

ANTERIORES:
+ Black Marble , ‘A Different Arrangement’ (2012)
+ Melody’s Echo Chamber, ‘Melody’s Echo Chamber’ (2012)

Será que o grupo inglês Dutch Uncles alcançará algum sucesso no futuro ou mesmo agora em 2013? Pois, em ‘Out Of Touch In The Wild’ eles fazem um disco refinado e prova que sim.

Depois de um disco em 2011 (‘Cadenza’), o Dutch Uncles retorna em 2013 como uma boa promessa. Em menos de 40 minutos, temos um álbum redondo, cheio de hits certeiros, centrado um pouco na sonoridade 80’s (lembrei muito de XTC e Elvis Costello), no indie-rock com elementos eletrônicos, sem se esquecer de revelar um som semelhante a grandes nomes dessa geração como Hot Chip e Phoenix. ‘Pondage’ começa lenta, com pianos, voz em falseto, mas é apenas para dar partida à agitação dançante de ‘Bellio’. Temos a simpática ‘Fester’ que conquista por sua melodia pegajosa. Sintetizadores, efeitos e riffs de guitarras comandam a levada carismática de ‘Threads’. ‘Nometo’ com seu baixo pulsante (na minha opinião, uma das melhores do álbum), entrega outro momento interessante do Dutch Uncles que mostra que mesmo no final do disco, a banda não deixa o pique de suas canções cair. E olha que ainda temos ‘Brio’ que carrega um clima mais pop-rock e totalmente descontraído. Vamos ficar de olho nesse quinteto da cidade inglesa de Marple.

Site oficial

Veja o vídeo oficial de ‘Flexxin’

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s