POP ONÍRICO: The Sunshine Factory – Sugar (2011)

ANTERIORES:
+ Fight Bite – Fight Bite (2012)
+ Whirr – Pipe Dreams (2012)

Uma rápida olhada no cast do selo Saint Marie Records e veremos que faz todo sentido a presença do The Sunshine Factory nas fileiras desse pequeno selo que conta com nomes mais “conhecidos” como Piano Magic até obscuridades como a banda Carta, da ensolarada São Francisco, ou nem tanto aos extremos: Scarlet Youth, Spotlight Kid, Trespassers William, dentre outros. Um catálogo a ser fuçado por quem se interessa por sons etéreos e afins.

Oriundos de Alabama, o The Sunshine Factory começou como um projeto de pai e filho (Robert e Ian Taylor) que logo ganhou mais integrantes e se resumiu mesmo em um trio: Ian Taylor (guitarra e voz), Sally Robertson (baixo e voz) e Clay Bates (bateria).

Herdeiros das sonoridades ainda ecoantes lá dos anos 90, misturam no mesmo caldeirão referências que vão de My Bloody Valentine a Curve, com direito a rápida saudação aos mestres das melodias do Teenage Fanclub na faixa “Domino”.

A verve é guitarrística e segue a cartilha distorçãotremoloreverbdelay com riffs ácidos, enquanto os vocais, em geral, são sonolentos e soterrados… sim, conhecemos isso, e apesar disso não há como não simpatizar com o passeio de quarenta minutos propiciado pelo trio.

As coisas já começam bem com a hipnótica “Down”, que junto com “Don’t Fall Asleep” e “Twisted and Clover” formam uma bela trilogia pop oníricas ao melhor estilo MBV. Por outro lado, “Smile” e “Sugar Cane” são irmãs gêmeas na trilha do dreampop com doses de eletrônica.

O interessante é perceber como foram felizes em distribuir as música, de forma a intercalar as faixas com nuances semelhantes com faixas de clima um tanto diverso. E apesar das coisas seguirem mesmo para o lado das guitarras, calha de pintar até uma faixa com tons mais bucólicos como “Sugar Sister”, com cantos de pássaros e um violino tentando desafinar.

Ao fim do disco o gosto pode até não ser original, como em muitas outras bandas que vemos por aí, mais ainda assim o sabor agrada.

__________________________________

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s