MELHORES DISCOS DE 2013

4bandasPost
(Arcade Fire, Majical Cloudz, Mogwai e The National foram alguns dos nomes que brilharam em 2013)

Anteriores:
+ CONSIDERAÇÕES SOBRE MÚSICA EM 2012
+ 10 DISCOS QUE MERECERAM MINHA ATENÇÃO EM 2011 (+ 10 de bônus)

Todos os álbuns que aqui aparecem na lista passaram exaustivamente no meu player. Pois é assim que avalio um bom disco e que merece ficar em lista de final de ano. Lembro que não foram discos fáceis, mais um pouco e muitos álbuns da lista teriam ficado de fora, caso eu não me dedicasse mais e tivesse um pouco de atenção para aquilo que estava ouvindo. Também considero uma lista bastante atípica, e muitos queridinhos da mídia ficaram de fora, portanto, deverá haver alguma estranheza. Só lembrando que não é por ordem de preferência, e sim alfabética.


01 – ARCADE FIREReflektor
Só pelos 7 minutos de ‘Reflektor’ e pela produção de James Murphy (LCD Soundsystem), a gente poderia desconfiar de mudanças. Mudanças? Nem tanto. A maestria e a ousadia da banda continua. Um Arcade Fire amadurecido e corajoso se valendo de tudo (com direito a época Disco e até ao Krautrock) e criando uma obra atemporal, multifacetada, revelada aos poucos e por quê não, polêmica?


02 – BOARDS OF CANADATomorrow’s Harvest
Eu fui conhecer essa dupla escocesa só agora? Melhor do que nunca. Graças a amigos atentos (eles me influenciam demais, agradeço) pude entrar nesse universo. No trabalho, em casa, no seu momento mais secreto, um álbum para ser degustado aos poucos, recheado de momentos únicos. E mesmo quem torce a cara para o Ambient, pode começar a ter outras opiniões.


03 – FOREST SWORDSEngravings
Outro que estava despercebido. Fui ouvindo com atenção, repetindo as audições e tudo ficou límpido. Lembro que ouvi esse disco sem entender nada na primeira audição, com o tempo, foi um trabalho recompensante e que me acompanha até agora no final de ano. Gosto de música que me desafia, e o Forest Swords fez isso bem.


04 – MAJICAL CLOUDZImpersonator
Uma eletrônica nem tão acessível, letras amargas, melancolia, herança da poesia de Ian Curtis e se fez um dos discos mais intrigantes de 2013. Mas ele será apreciado aos poucos, e essa dupla canadense merece ser reconhecida no futuro. Lembrem bem!


05 – MOGWAILes Revenants (OST)
Sim, isso mesmo. Você não viu/leu errado. E esse foi o primeiro ano que escolho uma trilha sonora. Culpa desses escoceses que foram capazes de criar uma trilha adequada para a série francesa e que continuaram mostrando o talento de sempre, apesar das guitarras estarem mais suaves aqui.


06 – NATIONAL, THETrouble Will Find Me
Mais um ano se passa, sexto disco, e Matt Berninger e sua turma acertam mais uma vez a mão. Um álbum cheio de canções típicas do padrão de qualidade do The National (e nem precisávamos de tanto).


07 – PIANO MAGICHeart Machinery – A Piano Magic Retrospective (2001-2008)
Sim, o Piano Magic já esteve em minhas listas de outros anos. Só que em 2013 é diferente. Um belo compêndio de 8 anos da banda, bem retratados em canções estupendas. Apesar de uma sonoridade mais tímida e mais experimental, difícil ficar inerte a canções como ‘Luxembourg Gardens’ e ‘Saint Marie’ (uma canção que nos faz lembrar do The Durutti Column).


08 – SHEARWATERFellow Travelers
Se o Mogwai compareceu com uma trilha sonora, mostro mais ainda minha lista um tanto quanto atípica ao colocar um disco de covers aqui. Versões que ganharam brilho na maestria de Jonathan Meiburg e seus asseclas. Boa iniciativa da banda e bom repertório musical para meu cotidiano.


09 – SIGUR RÓSKveikur
Eu tinha deixado passar o anterior. Mas esse, não teve jeito. Com um início arrebatador como aquele de ‘Brennistein’, como eu poderia deixar esses islandeses mais um ano sem minha gratidão?


10 – WASHED OUTParacosm
Há quem generalize a chillwave como um subgênero menor dentro da eletrônica, mas há de convir que Ernest Greene, o mentor do Washed Out, há um bom tempo avançou em sua sonoridade trazendo muito da eletrônica que ouvimos através dos tempos. E aqui é uma boa prova disso.

Outros discos que ouvi bastante em 2013:
AUSTRA – Olympia
DAVID BOWIE – The Next Day
DODOS, THE – Carrier
DUTCH UNCLES – Out Of Touch In The Wild
EVERYTHING IS MADE IN CHINA – Amber
FICTION – The Big Other
IRON AND WINE – Ghost On Ghost
LAPALUX – Nostalchic
MOUNTAINS – Centralia
OBSERVER DRIFT – Fjords
OLA PODRIDA – Ghosts Go Blind
OKKERVIL RIVER – The Silver Gymnasium (2013)
RQTN – Passenger
WAY YES – Tog Pebbles
WOODKID – The Golden Age

Um bom retorno em 2013
NEW MODEL ARMY – Between Dog And Wolf
Nem tanto um retorno, pois a banda sempre está em atividade, mas há um bom tempo que não ouvia um disco deles na íntegra. Não temos um ‘Thunder And Consolation’ (1989), contudo, a banda liderada por Justin Sullivan continua afiada mostrando o punk-rock com letras políticas bem marcantes.

Decepções de 2013
Infelizmente, tais discos que aparecem a seguir ficaram aquém do que as bandas podem cumprir. Sem mais.
TORO Y MOI – Anything In Return
WHEN SAINTS GO MACHINE – Infinity Pool
EDITORS – The Weight Of Your Love
MGMT – MGMT

Na semana que vem, dia 18, a postagem sobre cinema, séries e games. Aqueles que, na minha opinião, se destacaram em 2013

5 pensamentos sobre “MELHORES DISCOS DE 2013

  1. Outra grande decepção de 2013 foi o “Electric” do Pet Shop Boys… já que eles vinham lançando (apesar de muitos anos de carreira) bons álbuns!

    Curtir

  2. Zangelus, vc colocou 3 grandes nomes na lista. Mas fico contente que vc tenha gostado do Majical Cloudz (é um nome que sinto falta nas listas em geral). Tb não gostei desse disco do Depeche Mode, aliás, não consegui ouvi-lo todo, me deu cansaço. E Moisés Lima, nem ouvi esse disco do Delphic (estou em débito com eles) e o Yuck eu já não tinha gostado do anterior, portanto, esse nem me despertou a atenção. Obrigado pelos comentários de vcs.

    Curtir

  3. Da sua boa lista que eu ouvi, escolheria Washed Out, Piano Magic e Majical Cloudz!
    Acrescentaria Mudhoney – “Vanishing Point” e Jetman Jet Team – “We Will Live The Space Age”. Minha maior decepção foi Depeche Mode – “Delta Machine” (talvez por ser muito fã da banda e criar grandes expectativas).

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s