JOGOS: Final Fantasy X/X-2 HD Remaster

Anteriores:
+ Thief (2014)
+ O Mundo Impressionante de Fallout 3

Remakes de filmes não são artifícios inteligentes. O quê dizer então de jogos remasterizados? Da mesma forma, poderíamos pensar como uma jogada da produtora, uma armadilha de caçar níqueis ou até mesmo falta de ideias para algo novo. Penso diferente. Para a geração mais nova, que possui os consoles mais atuais, conhecer algo do quilate de um Final Fantasy X é uma oportunidade bem-vinda. O deleite aliado a um jogo que marcou uma geração. E no meu caso? Eu terminei o jogo, fiquei mais de 100 horas na jogatina, porque eu perderia mais 100 horas (ou mesmo 200) num jogo que conheço?

Final Fantasy X foi o jogo que me fez correr para o universo dos RPG’s. Evoluir personagens sempre é viciante. Tramar sua jogada antes do inimigo, saber qual o momento certo de usar um antídoto ou mesmo de lançar aquela magia. Estratégia, visão, matemática, antecipação. Vale a pena jogar tudo de novo. O remasterizado deu mais cores ao jogo, a legenda ficou mais límpida, as cenas de animação ganharam mais vida, a trilha sonora também foi reformulada. Jogar novamente pode render mais descobertas pelo jogo, uma vez que vasculhar cenários, encontrar segredos e todas as espadas celestiais tornou-se ainda mais divertido. Por conta dos troféus? Nem tanto, a verdade é que o jogo merece ser revirado ao máximo e ser aproveitado em todo seu potencial, sem o prejuízo da pressa de querer terminar logo e não desfrutar de algo tão bem criado.

Algumas mudanças? Nem tantas. Entretanto, a mais comentada pelos sites e a que traz um pouco de dúvidas ficou em relação ao Sphere Grid. Logo de começo, o jogo nos pede se queremos a versão Standard ou a Expert. Quem conhece o jogo do PS2, corre logo para a Standard (o meu caso). Você dará atributos aos personagens, no velho caminho tradicional de percorrer os nós interligados. Na Expert, você terá um caminho menos longo, os atributos e habilidades são mais fáceis de serem adquiridos, contudo, você pode desviar seu jogador para uma classe que talvez não queria (tenha cuidado nas escolhas). A questão é tentar as duas opções e ver em qual o jogador de adapta melhor.

O pacote ainda vem com a versão X-2. Eu teria preferido Final Fantasy XII, claro (jogo este que não fechei nos tempos do PS2). Entretanto, X-2 também não terminei por conta de um disco com problemas, fica a oportunidade para eu conhecer melhor essa (espécie de) continuação. O disco ainda conta com algumas cenas extras que estão incluídas para entender melhor a história (só veja, claro, depois que você tiver terminado). Boa ideia da produtora que fez Final Fantasy figurar novamente em fóruns e buscas pelo Google. Que venham mais jogos clássicos assim (‘Kingdom Hearts’ foi outro que fizeram uma edição parecida). Já imagino mais versões remasterizadas com alguns belos RPG’s que adquiri nos tempos do PS2.

O jogo saiu exclusivamente para PS3. A versão do PS2 esteve na minha lista de jogos que recomendo para o console, você confere aqui

Caso tenha dúvidas durante o jogo, queira mais explicações e precise de dicas (tudo em português), clique aqui.

Prós
+ Mais de 200 horas de jogatina em 2 jogos indicados para quem é fã de RPG
+ Épico, clássico, desafiador, estratégico, atemporal.

Contras
+ Poderia vir com mais extras (ou com a versão FFXII, seria pedir muito?).
+ Continuou faltando a opção de pular cenas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s