JOGOS: Child Of Light (2014)

Anteriores:
+ 7 ideias que renovaram os jogos
+ Final Fantasy X/X-2 HD Remaster

Para um jogo ficar lembrado e ser bem visto hoje em dia, precisa de uma série de fatores ou um conjunto de ideias/recursos que tentam buscar uma inovação, ao menos. Podemos dizer que ‘Child Of Light’ está incluído entre eles. Feito pela Ubisoft (na minha opinião, uma das melhores empresas da atualidade), o jogo se encontra para download e foi lançado para as plataformas PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, Wii U e PC.

Na minha avaliação, o jogo é da versão do PS3, mas creio que não há muitas mudanças em relação às outras plataformas. Numa promoção de 20 reais (o jogo já foi 35 no dia do lançamento), e em meio a uma loteria de outros jogos convidativos e abertos ao nosso conhecimento, podemos dizer que ‘Child Of Light’ é uma opção certeira. O tipo de download necessário, você acaba adquirindo um jogo valioso e que ocupa bem pouco do HD de seu console (apenas 2 Gb). Ideal para qualquer idade, apesar de ter sentido falta de um jogo assim nos meus tempos de criança.

E o conjunto de ideias que havia citado no início do texto? Estão aqui. O jogo em forma de fábula, cores, cenários, interface, personagens, jogabilidade simples e cativante que não requer muito esforço para se adaptar, diálogos em forma de poesia, um universo encantador tanto para crianças como para adultos. A mistura de aventura/RPG/puzzles/fantasia que ‘Child Of Light’ carrega traz um certo frescor em meio a algumas ideias saturadas e pode ser um convincente apelo para inúmeros jogadores, do casual ao hardcore.

O jogador enfrentará batalhas de turno onde cada movimento precisa ser bem analisado, devemos estudar o ponto fraco dos inimigos. A estratégia melhora muito, pois temos a ajuda de um vaga-lume, essencial para atrapalhar alguns inimigos. Vencendo as batalhas, experiência adquirida para melhoria de habilidades. Através de um cenário parecido com a de uma impecável pintura em guache, o jogador se vê livre a fugir um pouco da linearidade, tentar escalar em outros lugares mais altos, vasculhar caixas, mexer em alavancas, alcançar topos de árvores, encontrar saídas. Ou seja, estamos num jogo típico 2D, contudo temos liberdade para chegar a outros planos e locais do cenário, e a livre exploração aqui oferece vantagens ao jogador (pense em ‘Rayman’, outro jogo da produtora).

Numa época em que jogos digitais ditam boa parte do mercado de jogos, é importante a qualidade unida a simplicidade de um ‘Child Of Light’. Isso está acontecendo com muitos jogos surgindo, por exemplo ‘Valliant Hearts’ (também da mesma produtora). ‘Child Of Light’ pode representar a ideia de uma nova geração de jogos que estão para sair. Não importa se de produtores independentes ou de grandes empresas.

Site

Facebook

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s