THE TWILIGHT SAD – Nobody Wants To Be Here And Nobody Wants To Leave (2014)

Anteriores:
+ Philip Selway – Weatherhouse (2014)
+ Slow Magic – How To Run Away (2014)

O sotaque escocês inconfundível de James Graham. Peso e melodia convivendo harmoniosamente. Letras com conteúdo que se tornam importantes no disco. Herança bem apoderada do pós-punk. Até o extenso título de algumas canções continua. Está tudo em ordem. Tudo em sincronia. Claro que o The Twilight Sad não é mais o mesmo do primeiro disco, ‘Fourteen Autumns & Fifteen Winters’ (2007), um petardo que entra facilmente na história da música. Entretanto, para quem segue a banda, sabe de sua competência e de sua importância, percebe que as ideias e mudanças que o trio vem projetando em seus álbuns até agora vai dando certo e agradando.

Não temos o acordeão mais presente, por outro lado, a eletrônica discreta e bem condensada soube ocupar seu lugar, saindo de um papel secundário (como em 7 anos atrás) e alcançando um papel mais primordial. É o que podemos notar na serena ‘It Never Was The Same’ (com seu refrão poderoso). Mesmo com o peso e a parede de guitarras em ‘In Nowheres’, o grupo vem dando destaque à guitarras mais suaves, apesar de ainda terem uma função relevante no instrumental do grupo, junto a uma percussão vigorosa e aos vocais enérgicos de Graham (‘There’s A Girl In The Corner’ e ‘I Could Give You All That You Don’t Want’ representam bem essa ideia).

‘Sometimes I Wished I Could Fall Asleep’ fecha o disco com primor apesar da melancolia que deixa transpirar. Piano, serenidade, praticamente sem batida, a voz de Graham em destaque. The Twilight Sad edifica mais uma obra segura e consistente, exatamente outro trabalho que garante o talento e a experiência que a banda está assimilando. Segurança de música com qualidade para o ouvinte e de uma vida longa para o trio.

Curta as resenhas dos trabalhos anteriores aqui mesmo no blog:
THE TWILIGHT SAD – Fourteen Autumns & Fifteen Winters (2007)
THE TWILIGHT SAD – No One Can Ever Know (2012)

Site

Facebook

Ouça ‘The Last January’

Um pensamento sobre “THE TWILIGHT SAD – Nobody Wants To Be Here And Nobody Wants To Leave (2014)

  1. O Pitchfork deu nota 5.8 pra esse disco. Incrível! Esse é um dos trabalhos mais consistentes desse ano. Pra mim entrar fácil numa lista de melhores do ano.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s