SAINDO DO FORNO: Diagrams – Dorothy (2017)

‘Chromatics’, de 2015, era um álbum que mostrava o Diagrams num caminho certo, com canções bem interessantes. Agora, no terceiro trabalho, o grupo segue na mesma trajetória, e apesar da sonoridade maior resvalar para o folk, ainda podemos observar outros gêneros incluídos como a folktrônica, a psicodelia 60’s e o indie-rock. O grupo preza muito pelas letras/poesia, tanto que neste disco temos a colaboração da poeta americana de 90 anos, Dorothy Trogdon. É a própria Dorothy que faz a declamação de um poema no fechamento do disco como fica provado em ‘Under The Graphite Sky (Poem)’. Por último, mas não tão menos importante, a riqueza de instrumentais. Pianos, sopros (que deixam ‘I Tell Myself’ bem elegante), bandolins, tudo funcionando em conjunto com a voz soberana e experiente de Sam Genders (que liderou a banda Tuung).

Faixas:
01 – Under the Graphite Sky
02 – It’s Only Light
03 – I Tell Myself
04 – Everything
05 – Motherboard
06 – Crimson Leaves
07 – Wild Grasses
08 – Winter River
09 – Under the Graphite Sky (Poem)

Para saber mais
Allmusic
Site oficial
Twitter
Wikipedia

Escute ‘I Tell Myself’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s